Atualizado 27/05/2019

NOS PÊNALTIS, CHAPE SUPERA O 3B SPORT E ESTÁ NAS QUARTAS DO FEMININO A2

Gisseli foi a autora do gol de empate da Chape | Foto: Gabriela De Toni
Gisseli foi a autora do gol de empate da Chape | Foto: Gabriela De Toni

No calor de 35 graus, a Chape enfrentou o 3b Sport no jogo de volta das oitavas de final do Brasileiro Feminino A2. A partida terminou em 1 a 1 no tempo normal e, por conta de empate na partida de ida por 2 a 2, o confronto foi decidido nos pênaltis. Com direito a defesa da goleira Camila em uma cobrança, a Chape superou o 3b por 4 a 2 e está entre as melhores oito equipes do Feminino A2.

A partida

O apito soou às 15h do horário de Manaus (16h de Brasília) e a umidade estava intensa. Foi um primeiro tempo de muita defesa e marcação da Chape, enquanto o 3b insistia. O Verdão teve duas boas chegadas, com Gisseli e Soraya, mas também não converteu.

No segundo tempo, a Chape voltou mais ativa e fez pressão. Foi só aos 30 minutos que Gisseli dominou a bola na intermediária esquerda. A lateral avançou pelo campo sem que ninguém conseguisse a parar. Entrou na pequena área e finalizou de peito de pé, tirando da goleira. 1 a 0 para a Chape.

A vantagem da equipe verde e branca não durou muito tempo. Quatro minutos depois, após avançar todas as linhas de marcação e pressionar a Chape, o 3b conseguiu o empate em cruzamento. Moara interceptou, tirando a bola da goleira Camila. O time da casa ainda tentou a virada em mais algumas oportunidades, sem sucesso. Por conta do empate também na ida, pênaltis.

 

As penalidades

Erica foi a primeira cobradora. Ela bateu no canto esquerdo, mas a goleira Mariana fez a defesa. A Chape ficou pouco tempo em desvantagem pois logo na batida seguinte a goleira Camila defendeu. As três próximas batedoras do Verdão converteram, Laura, Eudimilla e Isa. No 3 a 2 favorável para a Chape, a atacante Vitória, do 3b, chutou na trave. Última cobradora, Soraya tirou de Mariana para encerrar a disputa. Vitória por 4 a 2.

Fala, craque

A autora do gol Gisseli falou sobre a partida. “A gente não começou bem o primeiro tempo e estávamos meio perdidas, mas no segundo tempo a gente melhorou. Esse gol não foi só por mim, pela minha parte, foi graças a minhas companheiras e estou feliz em poder ajudar como posso”.

O técnico Silvio Faccin também comentou o confronto. “Uma vitória importante. No primeiro tempo o calor complicou o jogo, mas no segundo conseguimos propor e fizemos o gol no contra ataque. Depois tomamos o empate e elas crescerem no jogo, a torcida veio junto. Nosso time sentiu muito calor, caibrã, as meninas sofreram pra jogar. Mas como se diz, os guerreiros e as guerreiras de Condá vieram aqui no Amazonas e conseguiram fazer um bom jogo, impor o ritmo. Sabíamos que nós pênaltis teríamos uma grande goleira, aliás, temos duas grandes goleiras. E a Camila fez uma grande defesa que nos possibilitou a classificação”.

Próxima fase

Nas quartas, o adversário da Chape será a equipe do Palmeiras. O time paulista passou pelo Porto Velho nas oitavas, por 0x4 na partida de ida e 9×0 na volta. O primeiro jogo será em São Paulo e a volta em Santa Catarina. Os confrontos ocorrerão em julho, após o recesso da Copa do Mundo. As quatro equipes semifinalistas se classificam para a Série A1 em 2020.

© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções