Atualizado 18/03/2019

Bianca Gismonti Trio promove “Desvelando Mares”

Como descendente de uma família e de um país miscigenado, a pianista e compositora Bianca Gismonti, filha do consagrado músico Egberto Gismonti, admira a riqueza que as misturas nos fornecem.

bianca gismonti

Como descendente de uma família e de um país miscigenado, a pianista e compositora Bianca Gismonti, filha do consagrado músico Egberto Gismonti, admira a riqueza que as misturas nos fornecem. Misturas ritmicas e culturais estão presentes no disco autoral de estreia da artista, “Sonhos de Nascimento” (2013) e no seguinte, “Primeiro Céu” (2015). Agora, tudo se repete em seu terceiro trabalho, “Desvelando Mares”, gravado em Budapeste, na Hungria, e em fase de promoção pela artista.

Desde o primeiro álbum, os parceiros Julio Falavigna e Antonio Porto deram as mãos à Bianca e o trio tem percorrido, junto, terras variadas. “As suas histórias me trouxeram novos horizontes e o meu coração brasileiro sentiu muitas das diferentes seivas que já pulsavam dentro desta árvore que me compõe”, diz Bianca, que registra nas faixas do novo disco o resultado de suas andanças: “Salteo”, inspirada em tantos compositores argentinos; “Ostinatos”, na sua constante referência minimalista do norte americano Steve Reich; “Feitiço” nas matrizes africanas fundamentais; “Desvelando mares”, na composição profunda do tunisiano Dhafer Youssef e no vigor feminino de Hiromi; “Piano Station”, na liberdade polirítmica e oriental do armênio Tigran Hamasyan; entre outras.

capa bianca

Bianca Gismonti iniciou sua carreira aos 15 anos, acompanhando o pai em palcos pelo mundo. Em 2005 estreou o seu trabalho com o Duo Gisbranco (duo de pianos com Claudia Castelo Branco), que lançou três discos (“Gisbranco” – 2008, “Flor de Abril” – 2011 e “Pássaros” – 2018); e um DVD produzido pelo Canal Brasil, “ Gisbranco 10 anos” (celebrando 10 anos de carreira). Em 2019 lançarão o segundo DVD em parceria com o Canal Brasil, “Egberto Encontra Villa”, com repertório de Villa Lobos e Egberto Gismonti para dois pianos e cello. Aliado a isso, o duo conta com parcerias junto a músicos como Chico César, Jaques Morelenbaum, Carlos Malta e Mônica Salmaso.

Em 2013, gravou seu primeiro álbum autoral, “Sonhos de Nascimento” (Biscoito Fino), que contou com a participação de Naná Vasconcelos, seguido por turnês internacionais que percorreram Europa, Ásia e América do Sul. Ao final de 2015 foi lançado o seu segundo disco autoral “Primeiro céu” (Fina Flor), com a formação de Trio ao lado de seu marido (também co-produtor) Julio Falavigna na bateria e Antonio Porto no baixo, realizando, em 2016, tournê de lançamento na Europa, Ásia e África. No mesmo ano, iniciou a gravação deste terceiro disco autoral, “Desvelando Mares” (Hunnia Records/Hungria) que contou com a participação de diversos músicos do mundo. Também em 2018, realizou mais uma turnê pela Europa, China e Japão e gravou o quarto disco do Trio, “Gismonti 70” (Hunnia Records), com repertório em homenagem aos 70 anos de Egberto Gismonti. O disco será lançado no Brasil, Europa e Japão em 2019.

Fonte: Portal Sucesso
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções