Atualizado 08/03/2018

Grêmio vence o São Paulo com gol de pênalti na Arena

Maicon foi destaque na vitória por 1 a 0 em jogo truncado que marcou a volta de Arthur

Maicon foi destaque na vitória por 1 a 0 em jogo truncado que marcou a volta de Arthur | Foto: Fabiano do Amaral
Maicon foi destaque na vitória por 1 a 0 em jogo truncado que marcou a volta de Arthur | Foto: Fabiano do Amaral

O Grêmio circulou bola, criou chances, só que teve pouco ímpeto para vencer o São Paulo de Rio Grande, nesta quarta-feira. Mas a vitória veio, na base da insistência e com um pênalti já na segunda etapa. Nome do jogo, o capitão Maicon garantiu o 1 a 0 em bela cobrança para fazer a festa na Arena.

Os três pontos levam o Tricolor alcança 13 pontos, no oitavo lugar, último que avança de fase no Gauchão. Se o Juventude não somar pontos contra o São José nesta quinta, os comandados de Renato Portaluppi estarão nas quartas de final. O São Paulo, por sua vez, terá de vencer e esperar vários resultados favoráveis para não cair na rodada final.

 

Brocador ameaça no início

 

O Grêmio criou mais chances, errou bastante e ficou no zero contra o São Paulo no primeiro tempo. Ramiro levou muito perigo nas faltas e Brocador com bastante movimentação acabou perdendo a melhor oportunidade, numa jogada criada por ele mesmo. Logo no minuto inicial, o goleiro Nicolas tentou sair jogando e deu nos pés de Brocador. O centroavante disparou entre dois marcadores com qualidade e chutou cruzado. Mas a bola saiu com pouca força e foi defendida pelo goleiro.

O Tricolor seguiu com o domínio da partida e em duas boas jogadas de Cortez viu Éverton e Léo desperdiçarem. No primeiro lance, o atacante cortou para o meio e chutou direto em Nicolas. Aos 13 minutos, Léo recebeu na corrida e bateu firme, mas em cima da zaga.

Aos 16, Éverton perdeu mais uma grande chance. Ele recebeu grande lançamento de Maicon na área. Demorou para chutar quando estava livre. Bateu apenas na chegada da marcação e carimbou Gulith.

A única chance real do São Paulo veio aos 18 minutos. Ramiro errou um passe no ataque e permitiu que Marcelo puxasse contra-ataque. O meia lançou Anderson Pico, que cortou da esquerda e chutou forte para boa defesa de Marcelo Grohe.

 

Ramiro surpreende nas faltas

 

Ramiro quase se redimiu aos 23, candidatando-se a cobrador de falta gremista. De muito longe, ele enfiou o pé e por centímetros não guardou no ângulo esquerdo. Aos 32, ele voltou a ter oportunidade quando Brocador fez o pivô em cruzamento de Léo. A bola ficou à feição para a batida, mas Ramiro chutou para fora.

Em nova cobrança de falta, aos 35, Ramiro não guardou porque parou nas mãos de Nicolas. Mandou um canhonaço no canto esquerdo, mas o goleirão conseguiu defender em dois tempos. Antes do intervalo, Cícero ainda teve a meta à disposição, em cruzamento de Éverton. Livre na área, cabeceou por cima.

A pressão gremista se manteve na volta do intervalo, com mudanças no time. Alisson e Thonny Anderson entraram nos lugares de Jailson e Léo Gomes. Os dois garotos deram novo ânimo ofensivo.

 

Alisson e Tony mudam a partida

 

Logo aos três minutos, Alissou cruzou rasteiro na pequena área, Brocador chegava para conferir. Nicolas tirou na hora certa. Em jogada de Thonny Anderson, logo em seguida, Évertou recuperou o rebote e chutou forte, parando no desvio de Anderson Pico.

O Grêmio rondou a área, fustigou, buscou espaço, mas nada de sair o gol. O abafa foi tão grande, porém, que aos 20 minutos Alisson invadiu a área e foi derrubado. O capitão Maicon assumiu a cobrança. Foi para a bola devagar e chutou firme no canto esquerdo para correr para o abraço com o 1 a 0.

Depois disso, o grande momento do jogo foi a entrada do volante Arthur, com vibração da torcida ao substituir Brocador. A contribuição, porém, foi limitada, ainda sem ritmo de jogo.

Quem seguiu infernizando foi a dupla Thonny Anderson, Alisson. Aos 36, Alisson lançou Thonny na marca penal. O garoto chutou de primeira, mas parou no pé do zagueiro Pedro Lima. A última chance de ampliar veio aos 40, com Cícero. Everton lançou na área e o camisa dez girou para um chute forte que parou no pé de Nicolas. Vitória magra e importante para encaminhar o avanço às quartas de final.

Gauchão - 11ª rodada

Grêmio 1

Grohe; Leonardo (Alisson), Geromel, Kannemann e Cortez; Jailson (Thonny Anderson), Maicon, Ramiro e Cícero; Éverton e Brocador (Arthur). Técnico: Renato Portaluppi.

São Paulo 0

Nicolas; Jheferson Falcão, Gullithi, Pedro e Felipe; Marcelo (Ricardo Bierhals), Labarthe, Anderson Pico e Thiago Silva (Lorran); Janderson e Marlon (Rafael Pilões). Técnico: Ernesto Guedes.

Gol: Maicon (21min/2ºT, de pênalti).

Cartões amarelos: Thonny Anderson (G); Pedro, Bierhals, Labarthe e Pico (S)

Árbitro: Márcio Coruja.

Local: Arena.

Fonte: Correio do Povo
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções